Nossos Resumos

Só mais um blog do Terra Blog

Um casório bem Finório

12 de setembro de 2009

Na escola o assunto era um só: o casamento de mentirinha de Cristininha e Serjão. Cristininha estava empolgada por causa do casamento.

Como a casa não era muito grande, mas a bagunça era, o pai resolveu limpar o porão para limpar o porão para eles promessa e as crianças colocaram cartazes de motos, carros e teatro.

A idéia do casamento começou com a chegada de tia Amelinha, que veio buscar ajuda para a irmã fazer o vestido de casamento começou com a chegada de tia Amelinha, que veio buscar ajuda para a irmã fazer o vestido de casamento.

No Carnaval do porão, teve brigas e os pais resolveram fechá-lo e deram o nome de Porão Mágico, para não ficar sem graça.

As crianças viam tudo no Porão Mágico, como brincadeira, mas, na verdade era bagunça e sujeira.

Eles conseguiram convencer a mãe a fazer uma festa de ciganas. A festa foi um sucesso!

 Estavam arrumando tudo para o casamento, inclusive os convites, mas esqueceram de perguntar ao Serjão se ele toparia ser o noivo.

Cristininha convidou Serjão, mas ele não topou no início, porém acabou aceitando.

Como os pais viajaram, estava decidido que o casamento de mentirinha seria no sábado.

O noivo e a noiva se arrumaram no quarto dos pais de Cristininha. Ela usou o vestido de verdade o padre e o noivo usou roupas dos adultos.

Quando a noiva de verdade entrou no casamento de mentirinha, ela desmaiou.

Após isso, devolveram as roupas e a festa continuou animada. Cristininha, de brincadeirinha, atirou o buquê e Maria pegou.     

Arquivado em: Sem categoria I

Nenhum Comentário »

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Feed RSS dos comentários deste post. URL de TrackBack

Report abuse Close
Am I a spambot? yes definately
http://nossosresumos.blog.terra.com.br
 
 
 
Thank you Close

Sua denúncia foi enviada.

Em breve estaremos processando seu chamado para tomar as providências necessárias. Esperamos que continue aproveitando o servio e siga participando do Terra Blog.